top of page

Gestão e Tratamento de Resíduos e Efluentes

Operação do Aterro Metropolitano Jardim Gramacho (2006 até 2008), que durante 30 anos foi a principal unidade para destino final dos resíduos sólidos coletados na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

  • Operação do Aterro Metropolitano Jardim Gramacho

Na lagoa de acumulação o chorume é bombeado e, por meio de aspersão, tem seu volume reduzido por evaporação. Na Estação de Tratamento de Chorume (ETC) é realizado tratamento em nível terciário (por nanofiltração) que promove ao final do processo uma redução de 97% da carga orgânica do efluente, permitindo sua liberação sem danos ao meio ambiente. 

  • Estação de Tratamento de Chorume (ETC)

  • Reciclagem de Entulho com equipamentos móveis

A utilização de equipamentos móveis em cada uma das diferentes etapas da reciclagem (britagem, triagem e peneiramento) de entulho promove benefícios ambientais e econômicos, tais como:

  • redução da necessidade de transporte de entulho, acarretando menor tráfego nas vias públicas e redução das emissões de CO2;

  • redução da exploração de recursos naturais, através da substituição dos agregados naturais por agregados reciclados para aplicação em obras de pavimentação;

  • aumento da vida útil dos aterros sanitários, uma vez que se deixa de aterrar grandes volumes de resíduos que são transformados em matéria prima e reinseridos no ciclo produtivo (economia circular).
     

  • Tratamento Mecânico e Biológico (TMB) de resíduos domiciliares

Conforme pode ser observado no vídeo nessa reportagem, das 600 tons/dia de resíduos domiciliares indiferenciados (sem qualquer segregação na origem) recebidas, três grandes fluxos de materiais são destinados corretamente e em total conformidade com a lei federal nº 12.305: 

​        - resíduos orgânicos;

        - resíduos recicláveis;

        - rejeitos.

​Esta planta de tratamento de resíduos urbanos está localizada em Ceilândia - DF, sendo a única em operação no Brasil a produzir composto orgânico certificado pelo Min. Agricultura (MAPA) a partir do beneficiamento de resíduos domiciliares não segregados na origem. Desde 2009, a operação desta planta de tratamento é realizada pela Valor Ambiental, uma empresa coligada da AIESSE

bottom of page